Como se sair bem em uma entrevista de emprego é uma das perguntas mais assustadoras que um candidato enfrenta e a mais importante para se preparar para sua colocação no mercado.

Todos os candidatos já conhecem o básico: pesquise a empresa, dedique-se na apresentação, vista-se adequadamente e prepare-se para todas as perguntas. Mas, é claro, os recrutadores estão procurando o melhor candidato para o trabalho. De preferência, aqueles que se destacam e têm diferenciais.

Se você quer saber como uma entrevista de emprego funciona, como é possível se sair bem e o que não fazer, chegou ao texto certo. Vamos dar dicas imperdíveis e exemplos didáticos, confira!

Como uma entrevista de emprego funciona

Se você for convidado para uma entrevista, provavelmente é porque a empresa gosta do seu perfil para aquele trabalho específico e vê potencial em você. É por isso que é tão importante ter sucesso nessa etapa para conquistar a vaga.

Recrutadores e profissionais de gestão e outras áreas de trabalho já conhecem, de certo modo, seu histórico de trabalho quando vão para a entrevista. Afinal, eles olharam seu currículo e pesquisaram a sua trajetória. 

Deste modo, eles desejam saber mais profundamente sobre essas experiências e como você foi impactado por elas, quais as contribuições que fez nas empresas anteriores e reconhecer alguns aspectos pessoais. Ou seja, o foco da entrevista é exatamente o contato com o profissional.

Os recrutadores podem conhecê-lo melhor como especialista e como pessoa, avaliar seu tom de voz, personalidade e atitude, e entender como você se expressa. Assim, nesta fase, o candidato tem que mostrar porque a empreiteira construção civil, a consultoria contábil ou o restaurante têm de prestar atenção nele.

Nas entrevistas você pode mostrar seu entusiasmo pelos objetivos da empresa, enquanto o recrutador analisa como você se comunica e aborda seus projetos. Ou seja, esse é o momento que o entrevistador te analisa de forma mais próxima e precisa, identificando se o perfil se enquadra no corpo laboral da empresa. Então, treine e estude bastante para se preparar para esse momento.

Ser autoconsciente e aprender sobre a cultura e missão do negócio permite que você prove porque é necessário para a empresa, que tem fit com os valores e está apto para o trabalho, independentemente de ser uma contabilidade em Campinas SP ou uma indústria multinacional.

7 dicas para ir bem em entrevistas de emprego

Esta é uma das etapas mais importantes da sua busca por emprego e é uma ótima oportunidade para mostrar aos recrutadores porque você é a melhor pessoa para o trabalho. Por isso, é importante estar preparado para evidenciar suas habilidades.

Confira as dicas a seguir para conseguir um emprego de destaque.

1. Fique preparado

A dica mais importante também é aquela que te dá mais confiança na entrevista com seu recrutador. Por isso, pesquise as informações mais importantes sobre a empresa por meio de sites, redes sociais, notícias e relatórios.

A essência é entender a posição da empresa, o momento de existência e os objetivos. Isso é importante para que você possa mostrar aos seus recrutadores que está apto e como pode contribuir com esse desenvolvimento.

Além disso, leia atentamente as listas de empregos e destaque suas habilidades – e que são necessárias – para preencher a vaga. Dessa forma, você saberá usar as palavras certas para deixar claro que o que você sabe e como corresponder ao que o recrutador de uma fabricante de peças automotivas, por exemplo, procura.

2. Fale sobre sua experiência usando o método STAR 

Em quase todas as entrevistas, os recrutadores fazem perguntas sobre suas atividades em seu trabalho anterior ou atual.

Para esse momento, existe um método chamado STAR (Situação, Tarefa, Ação e Resultado) que ajuda a transmitir experiências e enfatizar habilidades de forma assertiva. 

O método STAR funciona da seguinte forma: 

  • Para a Situação, fale dos projetos que você esteve ou está envolvido; 
  • Em Tarefa, fale sobre seu papel nessas atividades; 
  • Na Ação, destaque as atitudes que tomou para resolver problemas; 
  • Já em Resultado, valorize sua contribuição para o resultado obtido.

Com esse roteiro, você não vai se perder ao falar sobre suas conquistas anteriores e vai manter a atenção do contratante, independentemente de estar se candidatando em uma empresa de manutenção de equipamentos hospitalares ou para um cargo de gestão em estratégias de marketing digital.

3. Vista roupas adequadas

O dress code costumava ser uma roupa sociável para todos, mas o estilo de roupa na entrevista de hoje precisa corresponder mais ao perfil da empresa. Idealmente, se você tiver a oportunidade de falar com um recrutador antes da entrevista, pergunte sobre o dress code e escolha sua roupa de acordo com ele.

A ideia é que suas roupas sejam o mais próximo possível do que você usaria no escritório diariamente, demonstrando alinhamento à empresa. Em caso de dúvida, você também pode pesquisar nas redes sociais para entender se o ambiente exige vestir algo mais específico para o dia a dia, como uniformes ou jaleco TNT descartável

Assim, é possível adequar a vestimenta no dia da entrevista para algo mais próximo do exigido ou que possibilite mostrar essa versatilidade, para o caso do uniforme. Contudo, se você não tiver essa informação, escolha uma combinação mais social.

4. Fale de experiências informais

Muitas empresas valorizam experiências informais, como voluntariado e participação em organizações estudantis. Afinal, são experiências que contribuem para o desenvolvimento pessoal e profissional e devem fazer parte do currículo. 

Sempre destaque o seu aprendizado nesses contextos, principalmente se estiver direta ou indiretamente relacionado à função do cargo desejado. Além de ser uma ótima ideia incluir essas experiências no currículo, é uma ótima oportunidade para quem está tentando conseguir o primeiro emprego formal destacar suas competências e habilidades.

5. Mostre que você está apto para contribuir com a empresa

Quando um representante de RH começa a se preparar para a contratação, um dos procedimentos básicos é vislumbrar um perfil de trabalho ideal para aquele cargo, tecnicamente e em comportamento.

Ou seja, precisam identificar os perfis que melhor se adequarão àquela rotina, atividade e equipe como um todo, de modo a proporcionar mais qualidade e produtividade aos serviços, bem como trocas que otimizem a rotina e um melhor clima.

Desse modo, inicialmente, essa fase considera aspectos mais técnicos, como experiência, empresa anterior e formação, mas não descarta a qualidade do comportamento. Um candidato ideal para uma posição deve ser culturalmente compatível com a nova empresa, além de ter os requisitos básicos para exercer a função.

Esse ajuste precisa existir para que os profissionais “se encontrem” e trabalhem felizes ali, pois a cultura organizacional determina o estilo de trabalho naquele local, bem como o desenvolvimento da marca e do profissional. 

Por exemplo, se a empresa tem um programa de home office ou outros tipos de trabalho remoto, ela poderá enfatizar essa prática e comentar sobre sua importância por um motivo específico. 

É importante entender esses aspectos e realmente se adequar a eles, contribuindo com informações sobre o modelo e rotinas de atividades apresentadas.

Embora possa parecer que não há diferença em algumas dessas práticas, ao final, elas assinalam uma identificação do modus da empresa e são aspectos que os contratantes valorizam muito para promover um recrutamento mais assertivo.

Assim, uma construtora pode, por exemplo, identificar um especialista em orçamento de reforma residencial que se adeque a realizar viagens em nome da marca para cotar reformas em diferentes cidades, possibilitando que empresa e colaborador agreguem no desenvolvimento um do outro.

6. Chegue na hora

Aqueles que se atrasam para a primeira entrevista dão uma impressão completamente negativa em relação a compromisso e disciplina. Portanto, é uma boa ideia sair antes de casa e, se necessário, esperar mais tempo antes de ser chamado, demonstrando responsabilidade.

7. Saiba ouvir

Ouvir é outra habilidade essencial para quem quer ser visto com destaque em entrevistas. Por isso, o primeiro ponto de atenção é evitar interromper o entrevistador. Sempre ouça atentamente a pergunta e certifique-se de que a resposta seja clara, objetiva e bem pensada.

Também é muito importante evitar respostas padrão. Portanto, use sua criatividade e seja o mais objetivo possível, sem ser excessivamente informal, e busque transmitir sua essência.

O que fazer e o que não fazer em uma entrevista de emprego

Por fim, para evitar situações problemáticas durante a entrevista, aqui estão algumas ações e atitudes que devem ser feitas e outras que devem ser evitadas pelo candidato. 

Conheça seu currículo

Com o nervosismo, os candidatos podem esquecer as informações presentes em seu currículo. Contudo, conforme a situação, pode trazer dúvidas quanto a coerência e veracidade das informações. 

Por isso, leia e memorize cada passo da sua jornada profissional e relembre suas atividades e contribuições antes da entrevista. O mais importante é trazer a visão do desenvolvimento e skills desenvolvidas.

Além disso, ao estudar o documento, poderá explicar com confiança suas experiências passadas. E, claro, você vai se sentir mais confortável e confiante durante a entrevista.

Não oculte informações do passado

Você não precisa mentir sobre interrupções no currículo ou trabalhos curtos. As pessoas cometem erros, fazem pausas, voltam a estudar, realizam alguma atividade não registrada, iniciam sua própria empresa ou se desenvolvem como nômades por um tempo. 

O importante é demonstrar os aprendizados conquistados nesses momentos e evidenciar o motivo da pausa como profissional efetivo. Então, seja honesto para que os recrutadores criem confiança em seus relacionamentos.

Seja organizado

Mantenha uma planilha ou calendário atualizado que contenha todas as informações relacionadas à procura de emprego.

Anote informações como:

  • Próximas entrevistas;
  • Entrevistas passadas;
  • Horas e datas;
  • Empresas que entraram em contato.

Essa organização ajuda a categorizar os processos seletivos e contribui para uma melhor organização e preparação para as entrevistas, garantindo a chegada no horário e a procura pelo responsável por cada vaga, por exemplo.

Além disso, mostra mais confiança e preparação aos recrutadores, pois também será possível adequar a explicação sobre as experiências às exigências para os cargos. 

Por exemplo, se existe a habilidade em usar PABX digital, você poderá destacar essa experiência em uma candidatura que utiliza a ferramenta, mas focar mais em uma habilidade de design ou proficiência em outra língua em vagas em que a ferramenta PABX não for solicitada. Sua segurança também será ampliada dessa forma.

Não seja “flexível” em excesso

Não use frases como “estou pronto para qualquer função” pois, ao invés de demonstrar versatilidade e desejo de colocação, dificulta a identificação e segmentação dos currículos, pois não há filtros para o devido direcionamento. 

Além disso, pode trazer a sensação de falta de foco na carreira, prejudicando a imagem passada ao recrutador.

Por isso, especifique quais cargos interessam e a disposição para tratar com a empresa. Além disso, tenha um plano de carreira e o compartilhe, facilitando a identificação da oportunidade que você realmente almeja.

Se você não souber a função exata que deseja, descreva o tipo de função em que teve sucesso anteriormente ou gostou de trabalhar no passado.

Não envie currículo sem endereço

Se quiser desencorajar os recrutadores, remova o endereço do seu currículo. Isso porque existe o risco de candidatos utilizarem essa técnica para se inscrever em vagas em outros estados, sem a devida especificação de mudança de local, o que pode comprometer o processo seletivo.

Assim, se você está preocupado com a sua cidade ser diferente daquela que você está procurando emprego, acrescente uma nota ao CV dizendo que você tem disponibilidade para se mudar.

Esse é um detalhe que aumenta muito as chances de você ser entrevistado pela loja de tela de arame galvanizado preço metro localizada em São Paulo, mesmo morando em Minas Gerais, afinal, houve sinceridade e especificação da mudança. 

Aqui, o perfil terá mais importância, principalmente com as novas tecnologias que facilitam a realização de entrevistas até que a atividade presencial seja necessária.

Conclusão

Agora você sabe o que precisa para se sair bem em qualquer entrevista de emprego. Tenha as dicas do texto em mente na hora de se preparar e lembre-se de estar relaxado e ser sincero.

Mostrar sua verdadeira essência, habilidades, interesses e disposição em aprender em sua área de atuação – ou mesmo a expertise – são fundamentais para que encontre uma oportunidade em que realmente se destaque e que se identifique, contribuindo com o seu desenvolvimento e o da própria empresa.